GE logo

Perfil de Sustentabilidade 
América Latina

Desenvolvimento de Talentos e Empregabilidade

Acreditamos que as pessoas são o mais poderoso acelerador para o crescimento das sociedades e para a inovação. Investindo em nossos funcionários, não apenas desenvolvemos líderes globais, mas também impulsionamos o progresso do mundo. Entendemos, ainda, que diversidade e performance caminham juntas. Nossos funcionários são tão diversos quanto nosso portfólio, fazendo parte de nossa vantagem competitiva. Ter uma cultura inclusiva, em que todas as vozes são valorizadas, faz da GE uma empresa inovadora, que se conecta de forma efetiva com clientes e parceiros para tornar o mundo melhor.

Relação entre os pilares estratégicos de sustentabilidade da GE e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

EDUCAÇÃO DE QUALIDADE
Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.
IGUALDADE DE GÊNERO
Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.
REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES
Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles.

POR QUE
É IMPORTANTE?

Escassez de profissionais qualificados
Os sistemas educacionais na região não desenvolvem as habilidades profissionais necessárias.
PaísAcreditam que receberam dos sistemas educacionais de seus países ensino de habilidades procuradas por empresasRanking global de ensino superior do World Economic Forum*
EUAExecutivos – 72%
População – 41%
AustráliaExecutivos – 70%
População – 41%
MéxicoExecutivos – 56%
População – 48%
86º
BrasilExecutivos – 39%
População – 23%
93º
Média globalExecutivos – 59%
População – 54%
-

Fonte: 2016 GE Global Innovation Barometer 2016.

Aumento do desemprego na América Latina
A taxa de desempregados na região cresceu pela primeira vez em cinco anos.
6% 2009
6,5% 2014

Motivos:

  • Desaceleração econômica
  • Remuneração enfraquecida
  • Mais candidatos no mercado

As 5 principais dificuldades que as empresas encontram para preencher vagas são:

35% falta ou ausência de candidatos

34% falta de habilidades técnicas

22% falta de experiência

17% falta de habilidades interpessoais

13% busca por remuneração mais alta do que a oferecida.

Fonte: Pesquisa Escassez de Talentos, 2015.

QUAL
O NOSSO
PAPEL?

1. Capacitação de mão de obra técnica

Atuar com iniciativas próprias e em parcerias para suprir a carência de mão de obra técnica nas indústrias da região, incluindo aquelas nas quais atuamos.

Como atuamos

GE E SENAI

Capacitando mão de obra especializada no Brasil

A GE mantém parcerias com instituições de ensino para capacitação da mão de obra no Brasil, contribuindo para o desenvolvimento de talentos e estimulando a empregabilidade. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) é um dos principais parceiros nesse desafio.

O Centro de Educação, localizado em São Paulo e criado em parceria com a GE, é focado em capacitação técnica para o setor de saúde. A estrutura conta com 8 salas de treinamento com os mais modernos equipamentos e tecnologias em saúde, além de um laboratório multifuncional para treinamentos técnicos - ambos focados na manutenção de equipamentos médicos. O investimento total nessa parceria é de cerca de US$ 12 milhões.

Em 2015, mais de 980 alunos foram beneficiados por conta da parceria. A grade de cursos inclui: formação profissionalizante e superior em tecnologia de radiologia, sistemas biomédicos e manutenção de equipamentos eletromédicos, órteses e próteses, além de cursos de pós-graduação em Engenharia Clínica, Gestão Hospitalar e especialização em Diagnóstico por Imagem.

Em Petrópolis (RJ), a parceria entre GE e o SENAI atua para suprir a demanda local por mecânicos aeronáuticos, formando 80 novos profissionais por ano. Isso porque o município é sede da GE Celma, unidade responsável pela manutenção de turbinas de aviões de companhias do mundo todo, revisando anualmente mais de 330 turbinas para cerca de 60 companhias aéreas. No total, mais de 8 mil já foram revisadas no local.

O curso já gerou mais de 600 empregos a jovens da região. Cerca de 80% dos alunos que passam pelos dois anos iniciais do curso acabam contratados por uma empresa. Dos cerca de 1.600 profissionais atualmente empregados na unidade, 200 foram contratados desde 2014, quando os motores aeronáuticos GEnx começaram a chegar para revisão. A expectativa é que até 2020 a GE Celma se torne a maior oficina de reparo deste modelo de motor no mundo, com investimentos de aproximadamente US$ 100 milhões.

Em Contagem, a parceria forma talentos especializados em eletromecânica para atuar nas plantas industriais da GE Transportation.

Além das disciplinas específicas sobre mecânica e elétrica, os alunos também recebem aulas sobre saúde, segurança e meio ambiente, qualidade, processos e manufatura e vivenciam a prática da aprendizagem. Essa formação desenvolve competências para que os novos talentos atuem não somente em sua área de interesse, mas em qualquer divisão de negócio da GE.

A parceria atende hoje cerca de 45 jovens e a expectativa de contratação dos alunos selecionados para o curso é de aproximadamente 30%.

Desenvolvendo soluções com excelência no México

O General Electric Infrastructure Querétaro (GEIQ) é um dos maiores polos de engenharia no México. Trata-se de um centro de excelência onde os funcionários da GE trabalham no desenvolvimento de soluções para nossos principais clientes, focadas em aviação, geração de energia, petróleo e gás.

Criado em 1999 na cidade de Querétaro, México, o GEIQ emprega mais de 1.800 engenheiros especialistas que estão mudando o potencial do país na economia mundial com conhecimento e tecnologia de última geração.

Nos últimos anos, o GEIQ vem se posicionando como o maior centro de engenharia da companhia para a indústria da aviação, com destaque para o desenvolvimento de novos motores, como o GEnx e o LEAP, motores comerciais mais vendidos da história, que combinam técnicas avançadas de aerodinâmica a materiais mais resistentes e tecnologias ambientais de ponta. Cerca de 300 engenheiros trabalham em ambos os projetos.

O GEIQ também já é o segundo maior centro para a indústria de geração de energia, sendo responsável por fornecer apoio regional para tubrinas a gás e a vapor.

O centro também participa da indústria de petróleo e gás, com 60 engenheiros atuando no desenvolvimento de componentes para a perfuração do solo

Outro papel importante do GEIQ é desenvolver jovens talentos para ocuparem posições de liderança dentro da empresa. Esse é o desafio do programa Edison – referência direta a Thomas Edison, fundador da GE.

Ao longo de dois anos, os participantes do programa Edison são envolvidos em aulas de conhecimento técnico sobre turbinas elétricas e de aviação, bem como aulas de programação do sistema eletrônico de geração de energia. Além disso, participam de projetos em diferentes áreas da empresa, proporcionando experiência em vários processos no negócio. O estudante ainda tem a possiblidade de escolher em qual área da empresa atuará após sair do programa.

Outra vantagem competitiva para os engenheiros do GEIQ é o apoio para realizarem mestrados em universidades renomadas como a Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), o Instituto Politécnico Nacional do México (IPN), o Centro de Tecnologia Avançada (CIATEQ), além das norte-americana Georgia Tech e North Carolina State University.

Centro de Pesquisas Global da GE no Brasil
Contribuindo para moldar o futuro por meio da inovação

Há mais de um século, o Centro de Pesquisas Global (GRC, na sigla em inglês) vem mantendo a GE como uma das empresas mais inovadoras do mundo, sendo o propulsor de todas as soluções desenvolvidas na empresa que têm potencial de avanço em áreas como imagiologia médica, geração de energia, motores a jato e iluminação.

Trata-se de uma rede global de laboratórios de pesquisas industriais que produzem tecnologia avançada para apoiar todos os negócios da companhia, localizados em países como Alemanha, Arábia Saudita, China, Estados Unidos, Índia, Israel, nos quais atuam mais de 3 mil cientistas.

Na América Latina, o Centro de Pesquisas está sediado no Rio de Janeiro. O Brasil foi escolhido entre mais de 175 países onde a GE atua após um processo de seleção que levou em conta aspectos como: potencial de desenvolvimento, qualificação da mão de obra, oportunidades de negócios em infraestrutura, potencial de crescimento, maturidade dos negócios da empresa no país e relacionamento com clientes.

No Rio de Janeiro, nossos pesquisadores trabalham para solucionar os desafios em infraestrutura de toda a América Latina e colaborar para suprir as necessidades da região.

Em 2015, um dos destaques de inovação atende ao setor bioenergético: trata-se de nossa primeira patente brasileira, uma solução para otimizar a produção de etanol celulósico.

Além disso, o Centro de Pesquisas Global no Brasil vem oferecendo uma contribuição relevante para o desenvolvimento de talentos no país. Confira:

A equipe brasileira do Centro de Pesquisas Global conta com 160 funcionários.

Desse total, 130 são pesquisadores e engenheiros, e 25% desses são mulheres.

Hoje, 97% dos pesquisadores do Centro de Pesquisas Global do Brasil são brasileiros. Desses, 6% são pesquisadores brasileiros que construíram a carreira no exterior e foram repatriados, atraídos pelas novas oportunidades de pesquisa.

O Centro de Pesquisas Global no Brasil receberá investimentos totais de aproximadamente US$ 300 milhões até 2020.

Conheça o foco dos trabalhos aos quais se dedicam os pesquisadores do Centro de Pesquisas Global no Brasil.

Petróleo & GásDesenvolve tecnologias avançadas para exploração offshore; produção, processamento e eletrificação submarinos; perfuração e dutos; e garantia de escoamento.

Transportes Aéreo e FerroviárioContribui para potencializar a eficiência e o desempenho do setor com foco em automação avançada.

EnergiaProporciona operações remotas e autônomas de energia por meio de sensoriamento, acionamento e controle.

SaúdeOtimiza recursos humanos e materiais do sistema de saúde brasileiro, utilizando conectividade para influenciar na alocação de médicos e equipamentos.

ÁguaAtua com sistemas de tratamento e reutilização deste recurso natural para diversos segmentos.

Internet IndustrialMelhora a produtividade industrial a partir da utilização de software e estudos analíticos para otimização de ativos e processos.

2. Desenvolvimento de competências de liderança

Oferecer cursos e treinamentos para o desenvolvimento de competências que capacitem nossos profissionais para atuarem em um mercado global e digitalizado, contribuindo na formação de líderes inclusivos.

Como atuamos

Crotonville Rio

Investindo em capacitação de líderes e formação de talentos na América Latina

Na América Latina, realizamos grandes investimentos no treinamento de líderes e na formação de talentos, contribuindo diretamente para o desenvolvimento sustentável da região.

Para a empresa, cerca de 80% do aprendizado acontece no ambiente de trabalho a partir de tarefas desafiadoras, oportunidades de crescimento e gerenciamento de desempenho.

Em 2015, a região recebeu diversas iniciativas, com grande destaque para a inauguração de Crotonville Rio, unidade de nossa universidade corporativa na América Latina. O Brasil é o quinto país do mundo a contar com uma extensão da universidade corporativa da GE, um centro de formação e qualificação de líderes, com investimentos de US$ 50 milhões.

Em 2015, a empresa também investiu US$ 6,2 milhões em treinamentos realizados em sete países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru e Venezuela, com mais de 6.500 participantes, a maioria em capacitações com foco em habilidades de liderança (34%) e experiências de liderança (17%).

O programa de Trainee também é destaque, despertando grande interesse de jovens em início de carreira. Com duração de dois anos, o programa na região conta com 200 participantes, com índice de contratação de 100% ao final do período. Um dos diferenciais deste programa é a exposição internacional: pelo menos uma das rotações é realizada fora do Brasil. Além disso, os jovens recebem coaching oferecido pela equipe da empresa. Ao longo dos dois anos, os jovens são acompanhados por pelo menos quatro executivos.

Na América Latina, o investimento em 2015 foi de US$ 19,2 milhões.

Anualmente, a empresa investe mais de US$ 1 bilhão em programas de educação corporativa em todo o mundo, o que resultou, pelo segundo ano consecutivo, no reconhecimento como a melhor empresa para desenvolver líderes no mundo, em ranking da revista Chief Executive.

3. Comprometimento com diversidade e inclusão

Valorizar o poder das diferenças, a força gerada por pessoas com experiências e perspectivas diversas. Pensar diversidade como uma fonte ilimitada de ideias e oportunidades, promovendo diariamente um ambiente inclusivo e favorável para este posicionamento.

Nossa estratégia e compromisso com a diversidade

CONSTRUIR relacionamentos com inúmeras associações, universidades e escolas

recrutar

IDENTIFICAR e reconhecer os talentos

CRIAR canais e mensagens para ressaltar sucesso e impacto

REUNIR em fóruns internos, mercado externo e divulgar em comunidades-chave

promover

REPRESENTATIVIDADE do ambiente externo e demográfico

INCLUSÃO através de grupos de afinidade, cargos, áreas e negócios

CONTRATAÇÕES, promoções, desenvolvimento, retenção e engajamento por impacto

foco em diversidade

ESTABELECER retenções em início de carreira para garantir treinamento e ferramentas para desenvolvimento e crescimento

SUSTENTAR o sucesso e amplificar impacto

reter e manter

Como atuamos

MAIS UNIDOS E EMBRAER

Incentivando mulheres a seguirem carreiras nas áreas de exatas

A GE atua para incentivar o ingresso de mulheres em carreiras relacionadas à ciência, tecnologia, engenharia e matemática (ou STEM, na sigla em inglês). Para isso, firmou uma parceria com o Instituto Embraer por meio do grupo Mais Unidos, uma iniciativa coordenada pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid, na sigla em inglês) em conjunto com empresas norte-americanas estabelecidas em território brasileiro. A iniciativa visa fortalecer o investimento social em prol da educação no país. O projeto oferece bolsas de estudos em cursos superiores na área de ciências exatas a jovens formadas nos Colégios Embraer.

Segundo pesquisa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), as mulheres respondem por somente 5% das matrículas nos cursos de engenharia e apenas 3,7% nas áreas de física, matemática e ciências da terra.

As bolsas de estudos contribuem não só para que as estudantes completem a graduação, mas também incentivam a inserção feminina no mercado de trabalho, aumentando as chances de incluí-las em áreas que tradicionalmente apresentam predominância masculina.

Por meio do Mais Unidos, a GE ainda apoia outros projetos de desenvolvimento socioeconômico, com foco em educação, como os laboratórios de inglês, que oferecem cursos e testes de proficiência em universidades federais e auxiliam alunos a obterem melhor desempenho nos exames de proficiência de língua estrangeira.

Depoimentos

Na GE, sonhamos grande e abraçamos os desafios mais difíceis do mundo. Enquanto evoluímos como uma empresa Digital Industrial, focada no fornecimento de resultados aos nossos clientes em mercados globais complexos, temos uma grande oportunidade para promover o modo como desenvolvemos o nosso talento para liderar através destes novos desafios. Somos uma empresa diversificada, com funcionários de uma variedade de países, segmentos de negócios, culturas e gerações, e nossa missão é criar experiências que ressoam em um nível global e local, oferecendo oportunidades para o desenvolvimento pessoal e profissional.

Nós nos concentramos em ter os melhores talentos e garantir que eles são continuamente desafiados, treinados e desenvolvidos, a fim de tornar o nosso sonho realidade. Essa é a nossa forma de liderar a revolução Digital Industrial, com as pessoas que são capazes de navegar em um ambiente complexo e conectado, a toda a velocidade, encontrar soluções inteligentes para servir os nossos clientes e as comunidades onde operamos na América Latina.”
Ana Lucia Caltabiano
Diretora de RH para América Latina

Educação e empregabilidade são desafios para uma empresa com trabalho altamente qualificado como GE. É por isso que, em um centro de engenharia avançada como o GEIQ, estamos sempre empenhados em investir no desenvolvimento de talentos, e na orientação e acesso à tecnologia para aproveitar os interesses dos nossos empregados e enfrentar este desafio de habilidades. A GE precisa de pessoas capazes de compreender a dinâmica complexa de diferentes indústrias, incluindo a aviação, energia, petróleo e gás. O objetivo da GEIQ é abordar a futura demanda de engenheiros no México para ajudar a garantir a competitividade da economia mexicana.” Vladimiro De la Mora
Gerente Geral GEIQ

As universidades públicas brasileiras são reconhecidas pela formação de seus profissionais. Entretanto, o mercado de trabalho tem exigido cada vez mais conhecimentos específicos, principalmente com relação à proficiência em língua inglesa. O Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF) surgiu para auxiliar os futuros profissionais, formados nessas instituições, a se prepararem para o processo de internacionalização, seja na área de pesquisa e divulgação de conhecimento, seja para atender às exigências do mercado de trabalho, principalmente em empresas multinacionais. A parceria com o Grupo Mais Unidos tem permitido que jovens estudantes, em processo de formação profissional, possam iniciar e desenvolver seu conhecimento de língua inglesa por intermédio do Programa IsF. Com a doação de laboratórios feita pelo Mais Unidos, as universidades têm conseguido atingir um número cada vez mais significativo de alunos, e os especialistas de língua inglesa têm ampliado a articulação de ações específicas para este aprimoramento linguístico.” Denise Abreu de Lima
Secretaria de Educação Superior SESu/MEC

INICIATIVAS INTERNAS

GE VOLUNTEERS & CROTONVILLE RIO

Descubra o seu potencial

A GE estimula o voluntariado como ferramenta para o desenvolvimento profissional e, ao mesmo tempo, para fomentar a vocação de novos talentos nas comunidades. Essa combinação é o foco principal do programa “Descubra o Seu Potencial”, realizado em Crotonville Rio, a universidade corporativa da GE.

Trata-se de uma vivência onde os estudantes de escolas públicas do Rio de Janeiro refletem sobre os seus anseios e perspectivas profissionais, durante uma visita à universidade corporativa. Para isso, contam com o apoio de mentores - funcionários da GE que estão participando dos treinamentos oferecidos por Crotonville. O trabalho voluntário passou a integrar o currículo destes treinamentos, em um momento inspirador tanto para os adolescentes quanto para os funcionários GE.

No total, as duas duas edições do “Descubra o Seu Potencial” em 2015 contaram com a participação de mais de 70 estudantes de escolas públicas do Rio de Janeiro e de 165 funcionários que, juntos, vivenciaram uma intensa agenda de experiências motivacionais.

+ de 70

Escolas Públicas e

165

Funcionários

Participaram das duas edições do projeto em 2015

INICIATIVAS INTERNAS

GRUPOS DE AFINIDADE

Os grupos de afinidade da GE são elementos-chave para articular as iniciativas de diversidade, engajar a liderança e oferecer oportunidades para que os funcionários possam desenvolver todo o seu potencial. Na América Latina, os grupos com maior destaque são o Women’s Network e o GLBTA.

O Women’s Network atua como uma rede de relacionamentos e tem como objetivo promover o empoderamento profissional feminino por meio do desenvolvimento e oportunidades de liderança, carreira, educação e networking. Na América Latina, temos mais de 13 hubs focados em desenvolver atividades que envolvem desde estagiárias até a alta liderança da empresa. Só no Brasil, são mais de 550 mulheres participantes do grupo.

O GLBTA (Gays, Lésbicas, Bissexuais, Transgêneros e Aliados) atua no engajamento, valorização e desenvolvimento de talentos LGBT, com projetos e eventos tanto para o público interno quanto externo da empresa. Essas ações reforçam o comprometimento da GE com a diversidade e o seu reconhecimento como “Empregador de Escolha” para a comunidade. Na América Latina, o GLBTA também conta com o apoio e o envolvimento da alta liderança e mais de 420 aliados estão envolvidos nas atividades do grupo.

Outros grupos de afinidade globais atuantes são: o African American Forum, Asian Pacific American Forum, Hispanic Forum, People with Disabilities e Veterans Network.

+ de 550

Mulheres participantes do grupo só no Brasil

MÉTRICAS

+ de 21.700

empregos diretos
gerados na
América Latina
em 2015

EM 2015

US$ 19,2
milhões

investidos no Programa de Trainee

US$ 6,2
milhões

investidos em treinamento e capacitação na região

130 pesquisadores e engenheiros gerando soluções inovadoras no Centro de Pesquisas Global no Rio de Janeiro, sendo 25% mulheres.

+ de 420 aliados engajados nos eventos de valorização da diversidade GLBTA

+ de 6.500 mulheres trabalham na GE América Latina (2015)